Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Protestos em Bangkok tornam-se mais violentos e tiros são disparados

Tiros foram disparados e uma multidão anti-governo atacou pessoas e veículos, este sábado (30), perto de um estádio onde ocorria um comício de apoiantes da primeira-ministra da Tailândia, Yingluck Shinawatra, ao tempo em que cresce a tensão em torno das tentativas de tirá-la do poder.

Diversas pessoas ficaram feridas quando tiros foram disparados e o caos eclodia na área de Ramkamhaeng, onde os manifestantes armados de pedaços de madeira atacaram um autocarro, um taxi, e mutilaram seriamente duas pessoas, disseram a polícia e uma testemunha.

Não está claro de onde partiram os tiros e quantas pessoas foram feridas, disse à Reuters o comissário-geral da polícia nacional, Adul Saengsingkaew. Com um prazo definido por manifestantes de derrubar o governo até o domingo, a polícia pediu apoio militar para proteger o Parlamento, o gabinete de Yingluck, e a Casa do Governo, cujas barreiras de pedra e arame farpado foram derrubadas.

Os manifestantes aumentaram o valor da aposta e ocuparam brevemente o quartel-general do exército na sexta-feira, instando-o a juntar-se a eles na complexa luta de poder centrada na longa influência política exercida pelo irmão bilionário da primeira-ministra, o primeiro-ministro deposto Thaksin Shinawatra.

A multidão atacou pessoas acusando-as de “camisas vermelhas”, como são chamados os apoiantes do governo, que faziam um comício temendo um golpe militar. A tensão destaca quase uma década de conflito que opõe altos oficiais militares, monarquistas e a classe média urbana contra os apoiantes de Thaksin, maioritariamente rurais.

O líder dos manifestantes, Suthep Thaugsuban, orientou os seus militantes na noite da sexta-feira a cercarem os quartéis-generais da polícia nacional e da cidade, assim como a Casa do Governo e até mesmo um zoológico.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!