Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Protesto contra presente georgiano reúne milhares de pessoas em Tbilisi

Milhares de manifestantes se reuniram neste sábado em Tbilisi para pedir, pelo terceiro dia consecutivo, a renúncia do presidente georgiano, Mikhail Saakashvili. Pelo menos 4.000 pessoas protestaram diante do Parlamento, no centro da capital, constatou um jornalista da AFP.

Os líderes da oposição afirmaram que outros manifestantes bloquearam as ruas levando à presidência e à sede da TV nacional. O número de manifestantes caiu de forma significativa desde o início dos protestos. Eles passaram de 60.000 na quinta a 25.000 na sexta, caindo para 4.000 neste sábado.

Sexta-feira, a oposição lançou um apelo a uma campanha de desobediência civil para pressionar o presidente Saakashvili. “O sentimento de revolta na população é realmente muito forte”, avisou Nino Burdjanadze, líder da oposição e ex-presidente do Parlamento, para quem o movimento está crescendo.

“Estamos mantendo a pressão em Saakashvili. Há menos manifestantes hoje, mas a quantidade não é o principal. Mesmo se houver apenas 20 pessoas, ele terá que nos ouvir”, declarou Levan Tchelidze, um manifestante de 45 anos.

A insatisfação contra o presidente Saakashvili vem aumentando constantemente desde a guerra contra a Rússia, em agosto de 2008, que levou ao reconhecimento por Moscou da independência de duas regiões separatistas georgianas. Seus detratores, entre os quais vários ex-aliados, também o acusam de perseguir opositores e jornalistas, e de não fazer nada para lutar contra a pobreza que assola o país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!