Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Profetisa tenta ressuscitar um morto em Báruè

Uma suposta profetisa residente no distrito de Báruè, na província central de Manica, cujo nome não foi apurado, tentou, sem sucesso, fazer voltar da morte à vida uma criança de sete meses que perdera a vida vítima de vómitos e diarreias agudas. O facto deu-se em público no último Domingo (31), de Ramos, no qual se relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

A cidadã, que localmente é conhecida como vidente, mora concretamente no bairro 1º de Maio, na Vila de Catandica, e aproveitou a Semana Santa, altura em que se celebra a paixão, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo para pôr em prática os seus dotes, mas sem sucesso.

A menor de idade de pretendia ressuscitar perdeu a vida no bairro Sanhathunze, na mesma vila. Segundo o pai, Pita António Bande, o seu filho padecia vómitos e diarreias agudas e viria a sucumbir por volta das 5 horas do mesmo Domingo.

Pita Bande contou ainda que o encontro entre a sua família e a suposta profetisa deu-se quando se estava a transportar o corpo para a morgue. Na ocasião, a cidadã mandou parar o carro da funerária aos gritos: “a criança não morreu, estava apenas em coma”. Despiu o cadáver e começou a orar em nome de Jesus Cristo. Contudo, pregou em vão porque o morto não voltou à vida.

A comandante distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Báruè, Angelina Muteto, confirmou o caso e disse que a cidadã está em liberdade porque não cometeu nenhum crime. “Ela e os pais de menor queriam recuperar a vida da criança”. Entretanto, o corpo encontra-se na casa mortuária da Vila de Catandica mas profetisa insiste que a criança não morreu. Angelina Muteto suspeita que a alegada vidente esteja a sofrer de problemas mentais.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!