Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Produtos orgânicos: bom para o ambiente e talvez para a saúde

Os defensores dos produtos orgânicos afirmam que eles são bons para o ambiente e para a saúde, apesar dos benefícios para o corpo humano terem sido considerados difíceis de se provar em termos científicos, segundo estudo britânico. A pesquisa sugere que a contribuição nutricional de alimentos naturais, ou seja, produzidos sem agrotóxicos ou fertilizantes, é quase nula.

Pesquisadores da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM) afirmam em seu estudo, publicado no Journal of Clinical Nutrition, dos Estados Unidos, que os produtos orgânicos não são mais saudáveis do que os comuns, e que sua contribuição nutricional é muito semelhante. Para o professor Alan Dangur, principal autor do estudo, “atualmente não há prova alguma” que justifique que os produtos orgânicos são melhores do que os normais, levando-se em conta a sua contribuição nutricional. “Mas também é evidente que a qualidade das provas obtidas para se chegar a esta conclusão é fraca”, disse, por sua vez, a prestigiosa revista médica britânica The Lancet.

Na sua análise, os pesquisadores britânicos analisaram cerca de 90.000 estudos científicos dos últimos 50 anos, selecionando 162 deles, considerando no final apenas um terço, afirmou a Lancet. Na França, o Movimento pelos Direitos e Respeito das Gerações Futuras (MDRGF), que luta contra os pesticidas, relatou que o trabalho britânico é tendencioso porque se baseia em apenas 55 dos 162 estudos. E, ainda assim, ao se analisar estes estudos, “aparecem diferenças significativas em favor dos alimentos orgânicos em seis categorias principais de nutrientes”, explica François Veillerette, presidente do MDRGF.

Veillerette lembra que os vegetais orgânicos contêm mais magnésio, zinco, polifenol e açúcares do que os de cultivo intensivo, que em contrapartida, possuem mais nitrogênio. Além disso, os produtos animais produzidos de forma natural contêm uma maior quantidade de determinados tipos de ácidos graxos, acrescenta. Pesquisadores da Universidade da Califórnia demonstraram, em março de 2007, que o valor nutricional dos kiwis orgânicos é superior ao dos cultivados com os procedimentos normais. Os primeiros contêm mais polifenol, que combate o colesterol, e mais antioxidantes, que combatem o envelhecimento das células.

Por sua vez, a Agência Francesa de Segurança Sanitária dos Alimentos (AFSSA), em 2003, observou que “(…) não há uma diferença no teor de nutrientes dos alimentos orgânicos e dos produtos cultivados de maneira convencional”. “Este parecer permanece até hoje”, assinalou um porta-voz da AFSSA. A Agência, no entanto, reconheceu que “a produção biológica evita o uso de produtos sintéticos, reduzindo riscos para a saúde humana e provocando menos poluição ambiental, especialmente dos recursos hídricos.”.

Desta forma, a AFSSA junta-se aos defensores dos produtos naturais, que assinalam que a ausência de resíduos de pesticidas em alimentos orgânicos é um fator favorável para a saúde humana. No entanto, “dizer que os produtos biológicos são bons para a saúde vai exigir estudos epidemiológicos em famílias que os consomem regularmente durante um período de cinco, dez ou 15 anos e é algo que não temos” ainda, afirmou Lylian Le Goff, da Federação França Natureza Meio Ambiente (FNE).

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!