Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PRM confisca efedrina no aeroporto internacional de Maputo

As autoridades moçambicanas detiveram, semana passada, duas cidadãs, uma de nacionalidade moçambicana e outra zimbabweana, surpreendidas no Aeroporto Internacional de Mavalane na posse de 11,7 quilos de efedrina, um dos principais ingredientes para a produção de drogas tais como metanfetamina.

Falando durante o habitual briefing semanal, o portavoz da polícia moçambicana (PRM) a nível da cidade de Maputo, Orlando Mudumane, explicou que a carga tinha como destino Moçambique. “A moçambicana foi detida no dia 5 de Junho, as15 horas e a outra (cidadã) no dia 7 as 14 horas”, disse.

Segundo Mudumane, a cidadã moçambicana que vinha do Quénia foi surpreendida na posse de 2,5 quilos escondidos na sua mala. Por seu turno, a cidadã zimbabwiana, que também usou a mesma técnica, foi encontrada na posse de 9,2 quilos.

“O mandante da droga encontrada com a moçambicana é um cidadão nigeriano, comerciante”, revelou o porta-voz, para de seguida acrescentar que falta identificar o proprietário da carga transportada pela zimbabweana.

“Estamos a trabalhar, no sentido de capturar a pessoa que ia receber a droga da zimbabweana” asseverou. Refira-se que o caso mais recente ocorreu em Abril último quando outra cidadã moçambicana foi detida na posse de cinco quilos de efedrina.

No mesmo período, as autoridades moçambicanas interditaram a entrada, no país de 51 cidadãos estrangeiros, incluindo 23 bengalis, 18 paquistaneses e 10 etíopes. A falta de clareza para a sua vinda ao país, meios de sustentação durante a estadia no país, bem como a posse de visto falsos ditaram a sua interdição de entrar em território moçambicano.

Num outro desenvolvimento, o portavoz disse que durante a semana passada ocorreram 19 acidentes de viação na cidade de Maputo que resultaram na morte de pelo menos cinco pessoas e ferimento de outras 25, das quais 16 em estado grave.

Segundo Mudumane, 14 acidentes foram do tipo choque entre carro e peão. Por isso, a PRM deplora o elevado número de acidentes envolvendo peões, porque recentemente concluiu uma campanha a nível nacional para reduzir a ocorrência de casos desta natureza.

“Apelamos aos automobilistas para que tenham uma maior responsabilidade”, exortou A Polícia de Transito (PT) também emitiu 2.216 avisos de multas aos automobilistas infractores e deteve outros quatro por tentativa de suborno aos agentes da lei e ordem.

No mesmo período, foram detidos 77 indivíduos indiciados por vários crimes, entre os quais 52 contra propriedade, 15 contra pessoas e cinco contra a ordem e tranquilidade públicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!