Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro-ministro russo diz que “o roubo continua” no Chipre

A Rússia reagiu com indignação nesta segunda-feira ao resgate do Chipre pela União Europeia, que vai resultar em grandes perdas para os investidores estrangeiros nos bancos da ilha do mediterrâneo, muitos deles russos.

“O roubo do que já foi roubado continua”, disse o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, citado por agências de notícias, enquanto falava em uma reunião com autoridades do governo.

O acordo de resgate vai infligir grandes perdas nos depósitos bancários no Chipre acima de 100 mil euros (130 mil dólares), que não são segurados. Muitos dos quais são de origem russa.

A Rússia recusou os pedidos desesperados por auxílio financeiro na semana passada do governo cipriota, e o resgate final provavelmente vai ser mais doloroso para seus depositantes do que o plano inicial de resgate rejeitado pelo Parlamento cipriota.

Falando depois da reunião, o vice-primeiro-ministro Igor Shuvalov afirmou que as perdas para os investidores russos no Chipre ainda não estão claras.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!