Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro-Ministro recebe Secretário-Geral da Organização Mundial do Turismo

O Primeiro-Ministro moçambicano, Aires Ali, concedeu, terça-feira, em Maputo, uma audiência ao Secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (UNWTO), Taleb Rufai, que está a efectuar uma visita ao país.

Na manhã de terça-feira, Rufai também avistou-se com o Presidente da República, na companhia do ministro moçambicano do turismo, com quem trocou impressões sobre o actual estágio do desenvolvimento da indústria do turismo em Moçambique.

Falando a imprensa, no final da audiência com o Primeiro-Ministro, Rufai explicou que a sua visita tem como principal objectivo transmitir uma mensagem muito clara de compromisso, solidariedade e apoio da sua organização para com o turismo em Moçambique.

‘Estivemos a discutir uma agenda técnica muito ampla de apoio nas áreas de formação, capacitação, recolha de dados estatísticos, marketing e uma vasta gama de assuntos. Esta é uma extensão do nosso programa existente em Moçambique’, disse Rufai.

Prosseguindo, Rufai disse que teve a oportunidade de confirmar em todos os encontros mantidos com o estadista moçambicano, primeiro-ministro, ministro do turismo e sua equipe de trabalho, um compromisso muito claro para apoiar o turismo em Moçambique.

‘A vontade política que é o factor mais importante’, disse Rufai, para de seguida acrescentar ‘por isso, nós não estamos aqui por acaso, mas sim por um acto político e deliberado’. O ministro moçambicano do turismo, Fernando Sumbana, que acompanhava o Secretário-geral da UNWTO, disse que a visita também tinha em vista dar uma maior visibilidade do turismo em Moçambique.

‘Ao mesmo tempo também permitiu que ele tivesse um maior conhecimento da realidade moçambicana, é verdade que nós comunicávamos constantemente com a UNWTO, mas uma coisa é estar cá e sentir o calor e avaliar aquilo que é na realidade, bem como o sentimento dos moçambicanos em termos do seu compromisso com turismo’, explicou.

Durante a sua estada em Moçambique, Rufai também manteve contactos com o empresariado nacional e sobre os novos desenvolvimentos ao nível da hotelaria na cidade de Maputo.

Aliás, o turismo ainda se encontra numa fase embrionária em África, onde se explorado apenas cinco por cento do seu potencial. Em Moçambique, o turismo regista um crescimento assinalável e que já foi referenciado pela própria UNWTO.

Por isso, disse Sumbana, a situação mudou totalmente de cariz em Moçambique, porquanto até muito recentemente havia apenas hotéis nas cidades de Maputo e Beira. ‘Hoje, já temos hotéis em todo o país e já estamos a penetrar os distritos’, disse o titular da pasta do turismo.

Concluindo, Sumbana disse que as autoridades moçambicanas já estão a trabalhar para uma maior abertura do espaço aéreo para permitir que mais companhias internacionais voem para Moçambique e, como resultado, atrair as grandes marcas de hotéis.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!