Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro-Ministro e Ministério das Finanças premiados pela CTA

A CTA-Confederação das Associações Económicas de Moçambique premiou, esta Terça-feira, no Maputo, no decurso da gala anual desta organização, o Primeiro-Ministro, Aires Ali, e o Ministério das Finanças pelo seu contributo na remoção das barreiras aos investimentos, primando pela melhoria do ambiente de negócios no país.

O reconhecimento ao Primeiro-Ministro resulta do seu contributo para a abertura do Governo ao sector privado, enquanto o Ministério das Finanças, representado pelo respectivo titular, Manuel Chang, foi igualmente distinguido por ter realizado, com um ano de antecedência, as reformas acordadas com o sector privado.

Intervindo na ocasião, o Primeiro-Ministro, Aires Ali, referiu que “o Governo está efectivamente ciente de que tem de dialogar mais com o sector privado e encontrar os passos para o diálogo efectivo e pragmático, que produza resultados”.

“Não pode haver momento determinado para o diálogo, pois todos os dias, todo o momento, servem para o diálogo para resolver questões pontuais”, frisou o governante, realçando que, apesar de o país ter já avançado muito nesse aspecto, “ainda há espaço para se fazer muito mais, pois os momentos que se aproximam serão muito mais complexos ainda”.

2011 cheio de desafios

Por seu turno, o presidente da CTA, Rogério Manuel, indicou que “2011 foi um ano de muitos desafios para o sector privado, que resultaram de uma conjuntura económica mundial, cujos efeitos se saldaram na subida do custo dos combustíveis, das matérias-primas, do financiamento e ainda a flutuação da taxa de câmbio face às principais moedas de troca”.

“Todavia, onde há crise existem também oportunidades. O ano de 2011 viu chegar a Moçambique diversos investidores vindo da Europa, Ásia, América Latina, em busca de oportunidades de investimento e a CTA, em parceria com o Governo, não deixou passar essas oportunidades, tendo promovido parcerias de negócios entre empresas locais e estrangeiras, através de missões empresariais”, finalizou Rogério Manuel.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!