Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro Ministro defende “igualdade de estatuto” entre o português e as línguas nativas

O Primeiro-Ministro moçambicano, Aires Ali, defendeu a “igualdade de estatuto” entre a língua portuguesa e as línguas locais dos países falantes do português, salientando a importância da diversidade linguística na transmissão do conhecimento e da cultura.

Aires Ali advogou a necessidade da promoção das línguas nacionais, usadas nos países de língua oficial portuguesa, na abertura de um colóquio dedicado ao tema “A Diversidade Linguística nos Países da CPLP”.

O Primeiro-Ministro moçambicano realçou a necessidade do ensino das línguas nacionais nas escolas dos países da CPLP, elogiando o empenho na reformulação do actual sistema de ensino monolingue, para o estabelecimento da igualdade de estatuto entre as línguas nacionais e a língua portuguesa.

“A introdução deste sistema de ensino variado surgiu num contexto em que estudos demonstraram, não só em Moçambique, mas também noutros países, que é sempre melhor para as crianças que aprendam na sua língua materna”, enfatizou Aires Ali.

Reconhecendo a importância da língua portuguesa como veículo de cultura, acesso à informação e ao conhecimento científico, o Primeiro-Ministro moçambicano sublinhou a importância da interacção com as línguas nativas dos Estados da CPLP, para o fortalecimento da cooperação linguística e cultural.

Para que essa interacção seja produtiva, defendeu Aires Ali, é necessário envidar esforços no sentido de uma maior harmonia “na ratificação e implementação do Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!