Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro-ministro centro-africano diz que França vai ampliar contingente militar

A França irá triplicar o seu contingente na República Centro-Africana para 1.200 a fim de melhorar a segurança nesse país devastado pela guerra, disse o primeiro-ministro centro-africano, esta segunda-feira (25).

Falando em Paris depois duma reunião com o chanceler francês, Laurent Fabius, o primeiro-ministro Nicolas Tiangaye disse que a ampliação do contingente francês deve acontecer logo que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovar uma resolução nesse sentido, na próxima semana.

“Conversamos sobre a questão da segurança. A França tem 410 soldados actualmente em Bangui e isso será reforçado em 800, para levar o número a 1.200. Mais se for necessário”, disse Tiangaye à Reuters.

O país africano de 4,6 milhões de habitantes – miserável, apesar de ser rico em petróleo – mergulhou no caos e na violência desde que os rebeldes da etnia seleka, muitos deles oriundos dos vizinhos Chade e Sudão, depuseram o presidente François Bozize, em Março.

A França considera que a República Centro-Africana, sua ex-colônia, está à beira do caos. Os Estados Unidos estimam que a actual crise política no país tenha deixado 400 mil refugiados internos e outros 68 mil em países vizinhos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!