Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

Presidente Nyusi esqueceu avaliação de meio-termo do 3º mês do Estado de Emergência

nyusi-2prorrogacaoEE

O Presidente da República esqueceu-se de apresentar aos moçambicanos a avaliação de meio-termo do 3º mês do Estado de Emergência. Filipe Nyusi havia prometido a 28 de Maio que “os próximos 15 dias são decisivos para ditar o relaxamento ou o aperto de algumas medidas”, criando a esperança que as aulas poderiam ser retomadas em Moçambique assim como algumas actividades económicas.

Por Redacção

No dia em que anunciou a prorrogação do Estado de Emergência pela segunda vez consecutiva o Chefe de Estado moçambicano prometeu uma avaliação de meio-termo do grau de cumprimento das medidas de execução administrativa para a prevenção e contenção da propagação da covid-19.

“Como afirmamos na comunicação passada, voltamos a dizer mais uma vez que os próximos 15 dias são decisivos para ditar o relaxamento ou o aperto de algumas medidas. Iremos submeter à Comissão Técnico-Científica, para reflexão sobre o melhor momento para a retoma das aulas com enfoque para as classes com exame”, prometeu Nyusi.

O Presidente disse que seria também avaliado “o momento para a retoma de formação de professores, formação profissional, de treinamento de extensionistas e quando retomar as aulas das instituições de ensino superior; Vamos avaliar se existem condições para o retorno de técnicos e especialistas de diferentes sectores retidos no exterior devido a medidas de emergência”.

“Outras medidas, como por exemplo, a abertura de fronteiras aéreas, terrestres e marítimas para o transporte de pessoas e mercadorias, serão estudadas em função da tendência da covid-19 em Moçambique. A nível do Desporto e Cultura, dependendo da nossa responsabilidade colectiva, iremos avaliar o momento para autorizar o treinamento das selecções nacionais de alto rendimento com compromissos internacionais, assim como o figurino ideal para a promoção de feiras, exposições ou espetáculos”, perspectivou ainda na ocasião.

Não é pública a avaliação de meio-termo apresentada pela Comissão Técnico-Científica no entanto o Director-Geral do Instituto Nacional de Saúde declarou que a transmissão comunitária do novo coronavírus na Cidade de Nampula não estará contida até ao fim do mês de Junho e alertou para o agravamento da pandemia nas Cidade de Maputo e de Pemba, “poderão transitar para um padrão de transmissão comunitária” avisou o Dr. Ilesh Jani.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!