Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Presidente nigeriano e Papa Francisco abordam diálogo interreligioso

O Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, manteve discussões, sábado (22), no Vaticano com o Papa Francisco para promover o diálogo interreligioso na Nigéria e no resto do mundo com vista a instaurar uma paz e uma segurança acrescidas no mundo, indica um comunicado da Presidência.

Falando a jornalistas depois do seu encontro com o Papa, o Presidente Jonathan sublinhou que a promoção do diálogo interreligioso é uma questão a que o soberano pontífice atribui uma grande importância.

Ele declarou que o seu Governo já está a trabalhar em estreita colaboração com o cardeal John Onaiyekan, o chefe da delegação nigeriana no Vaticano, a fim de promover o diálogo interreligioso na Nigéria.

Deu garantias ao Papa do compromisso firme do seu Governo a favor da promoção da harmonia religiosa e da coexistência pacífica entre os cidadãos de diferentes obediências religiosas. Garantiu igualmente que o seu Governo vai continuar a trabalhar com diligência para reduzir a pobreza na Nigéria mediante um crescimento e um desenvolvimento económico mais inclusivos.

Segundo a nota, Jonathan declarou que o Papa, que atribui um interesse particular à Nigéria, prometeu visitar o país e continuar a implorar a Deus para abênçoar o país e os seus cidadãos.

Depois do seu encontro privado com o Presidente Jonathan, o santo padre recebeu a Primeira Dama, Patience Jonathan; o ministro dos Negócios Estrangeiros, Viola Onwuliri; o governador Godswill Akpabio e sua esposa, o governador Gabril Suswan, o antigo governador Peter Obi e sua esposa e a esposa do presidente do Senado, Helen Mark, entres outros membros da equipa do Presidente.

Entre outros membros da delegação recebidos pelo soberano pontífice figura ainda o embaixador da Nigéria no Vaticano, Francis C.Okkee. Antes de deixar o Vaticano, o Presidente Jonathan avistou-se igualmente no início do dia com o secretário de Estado, Monsenhor do Vaticano, Pietro Parolin, e concedeu uma audiência ao cardeal nigeriano local, Francis Arinze.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!