Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Presidente do Parlamento santomense processa líder da oposição por difamação

O presidente da Assembleia Nacional (Parlamento) de São Tomé e Príncipe, Alcino Barros Pinto, introduziu na Procuradoria Geral da República (PGR) uma queixa-crime por difamação contra o secretário-geral da Acção Democrática Independente (ADI, oposição), Levy Nazaré, soube-se de fonte oficial em São Tomé.

De acordo com uma nota lida pelo assessor de imprensa da Assembleia Nacional, Hilário Espírito Santo, em causa estão as recentes declarações de Levy Nazaré segundo as quais Alcino Pinto teria viajado para o estrangeiro por um período de 15 dias com subsídio de 11 mil e 250 euros.

Levy Nazaré terá dito à imprensa estrangeira que Alcino Pinto, viajou em missão de serviço para a Coreia do Sul com um subsídio diário de 750 euros durante 15 dias, perfazendo cerca de 200 milhões de dobras santomenses.

Segundo Hilário Espírito Santo, o presidente da Assembleia Nacional nega tais acusações, tendo avançado que Alcino Pinto viajou com 30 porcento do valor de subsídios que a lei determina.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!