Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Presidente checo defende líder anti-semita e extremista

O Presidente da República Checa, conhecido pelas suas provocações, voltou a protagonizar novo escândalo político. Václav Klaus defendeu abertamente um anti-semita e líder da extrema direita, Ladislav Bátora, dizendo que partilha com o extremista ideais ideológicos como a rejeição da União Europeia, do multi-culturalismo, da igualdade entre sexos e da homossexualidade.

A polémica começou quando o ministro da Educação do governo tripartido de direita, Josef Dobes, quis nomear Bátora como seu braço direito, escreve o jornal espanhol Público.

A comunicação social lembrou as posições extremistas de Bátora e o facto de este ter sido candidato às eleições pelo ultra-nacionalista Partido Nacional. O próprio partido de Dobes pressionou para que este desistisse da nomeação.

Mas Klaus adensou ainda mais a polémica, ao escrever um artigo no jornal Právo e no site Novinky.czen apoiando as ideias políticas de Bátora.

“Sei que é um homem de direita autêntico, profundamente conservador, que tem por hábito participar em diferentes acções públicas nas quais denuncias coisas que eu também critico”, escreveu o Presidente checo, vincando que concorda com Bátora na recusa do “europeísmo, da política de géneros, do multi-culturalismo, da homossexualidade, da Verdade e do Amor erigidos como princípios universais”: “Como ele, dou prioridade à tradição sobre o suposto progresso.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!