Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Presidente boliviano sofre seu primeiro revés eleitoral

O presidente da Bolívia, Evo Morales, sofreu no domingo a sua pior derrota eleitoral em quase seis anos de governo, depois de uma avalanche de votos nulos em uma histórica eleição de juízes nacionais por sufrágio universal, segundo resultados extraoficiais.

A tradicional base de Morales na população de origem indígena parece ter imposto o revés a ele por causa do seu impopular plano de construir uma estrada de 420 milhões de dólares – financiada na maior parte pelo Brasil – através da região Amazônica do país e também a repressão policial aos manifestantes que protestavam contra a obra.

Se as projeções extraoficiais forem confirmadas, essa terá sido a primeira derrota eleitoral de Morales – o primeiro indígena a ocupar o cargo de presidente na Bolívia – em quase seis anos no poder. Mas Morales, que dias antes se vangloriava de haver obtido seis vitórias consecutivas nas urnas, não admitiu publicamente a derrota. Ele considerou a eleição válida e afirmou que o resultado mostra a “nova justiça para a Bolívia”.

No único resultado extraoficial divulgado horas depois do encerramento das urnas, a emissora privada de televisão ATB disse, com base em contagem rápida feita pela empresa Ipsos Apoyo, que os votos nulos superavam amplamente os válidos e que a abstenção estava em torno de 20 por cento.

Os bolivianos votaram para eleger os 28 membros dos quatro tribunais nacionais, em uma consulta vista como medição de forças entre o governo, que fez um chamado pelo voto válido, e uma dispersa oposição que promovia o voto nulo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!