Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Premier League: Manchester United começa vida sob comando de Giggs com vitória

O Manchester United entrou numa nova era sob o comando do técnico interino Ryan Giggs com uma goleada por 4 x 0 sobre o Norwich Coty, pelo Campeonato Inglês, neste sábado e com a ofensividade muitas vezes ausente sob o comando do técnico demitido David Moyes.

Uma cobrança de pênalti e uma finalização em curva de Wayne Rooney, mais duas finalizações de curta distância de Juan Mata, foram o bastante para superar o fraco Norwich e manter o United na sétima posição na tabela de classificação.

O Norwich agora está somente um ponto à frente do 18º colocado Fullham, que empatou em casa por 2 x 2 com o Hull City.

No Old Trafford, Giggs teve uma recepção de herói ao sair do túnel para comandar a equipe e sua presença deu aos frustrados torcedores do United esperança no futuro.

A sua escalação titular já foi cheia de simbolismo, com ele deixando Marouane Fellaini e Mata, duas contratações caras feitas por Moyes, no banco de reservas.

O otimismo dos fãs deu lugar à preocupação quando o United não conseguiu superar a barreira montada pelo Norwich nos primeiros minutos e com as falhas características do período de Moyes voltando a aparecer. Mas quando Rooney converteu um pênalti marcado sobre Danny Welbeck aos 41 minutos do primeiro tempo, o United assumiu o controle.

No segundo gol, Rooney desceu pela direita e completou com uma bela finalização em curva para ampliar a vantagem aos três minutos da segunda etapa. Depois, Mata deixou o banco de reservas e decidiu que era sua vez de brilhar. Ele aproveitou um excelente cruzamento de Phil Jones da direita aos 19 minutos do segundo tempo e depois aproveitou um chute de Antonio Valencia para fazer 4 x 0 a 17 minutos do fim. “Para mim é um prazer jogar sob o comando deste técnico”, disse Mata à Sky Sports. “Lembro de vê-lo jogar quando eu era criança e ele é uma pessoa apropriada do United.” “Mas a decisão sobre o próximo treinador não cabe a nós e temos que aproveitar que ele esteja no comando”, completou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!