Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Premier League: City goleia e assume a liderança

Ciente do empate entre Manchester United e Liverpool, o Manchester City entrou em campo este sábado decidido a tomar a liderança do rival neste Campeonato Inglês e conseguiu atingir a sua meta em grande estilo. Diante do Aston Villa, o City garantiu uma vitória por 4 a 1 com golos de Mario Balotelli, Adam Johson, Vincent Kompany e James Milner e assumir a liderança do torneio com 22 pontos.

A vitória coloca o City com dois pontos de vantagem em relação ao United, seu arquirrival que agora ocupa a vice-liderança. A equipe do técnico Roberto Mancini volta a campo esta próxima terça-feira, quando receberá o Villarreal, em jogo da grupos da Liga dos Campeões. Já o Aston Villa segue na sétima posição do Inglês com 11 pontos somados.

Impulsionado pela oportunidade de tomar a ponta, o City abriu o placar aos 28 minutos com o italiano Balotelli. Mesmo superior, a equipa da casa não conseguiu ampliar o placar, pelo menos durante o primeiro tempo.

Na volta para a etapa final, Johnson balançou as redes do guarda-redes irlandês Shay Given logo aos 47, marcando 2 a 0. Pouco depois foi a vez de o defesa Kompany deixar a sua marca. Aos 52, o defesa aproveitou a bola na pequena área para ampliar a vitória para 3 a 0 no Etihad Stadium. O Aston Villa ainda esboçou uma pequena reação e descontou com Warnock aos 20 minutos, porém, a pressão rapidamente foi encerrada com Milner fazendo o quarto do City no duelo, cinco minutos depois, confirmando a ponta da classificação do Campeonato Inglês.

Equilíbrio no clássico

No clássico da jornada, o Liverpool recebeu o Manchester United este sábado em casa, buscando subir na tabela. Entretanto, num jogo duro, os dois ficaram apenas no empate por 1 a 1 com golos marcados por Gerrard para os donos da casa e Chicharito Hernández para o United. Esse foi o 44º empate na história das duas equipas em confrontos nesta competição, num duelo muito equilibrado.

Precavidas e jogando defensivamente durante boa parte do duelo, as equipes resguardaram-se ao dever de marcar uma a outra ao invés de se lançar ao ataque. Voltando à equipe titular do Liverpool após uma ausência desde março deste ano, Steven Gerrard definiu a partida para os donos da casa.

A passagem dos 67 minutos, o experiente meio campista cobrou falta colocada, no meio da barreira, e acertou o canto esquerdo de De Gea, que sequer pulou para a defesa: 1 a 0 para o Liverpool. Descontente com o resultado e o desempenho da sua equipa na partida, o técnico do Manchester United, Alex Ferguson promoveu mudanças na equipe. Nani entrou no lugar de Ashley Young, enquanto Wayne Rooney ocupou a vaga de Park Ji-Sung. Além disso, o comandante promoveu a entrada de Javier Hernández no lugar de Phil Jones.

Muito mais ofensiva, a equipe visitante partiu para cima dos donos da casa e as alterações logo fizeram efeito, e a equipa de Ferguson enfim alcançou o empate. A nove minutos do fim, Nani cobrou um pontapé de canto pela esquerda, Danny Welbeck desviou de cabeça e Chicharito, oportunista, empatou a partida em 1 a 1 para silenciar os adeptos do Liverpool.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!