Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Preços estáveis na 1ª semana de Maio

Os preços de produtos básicos, na sua maioria de produção doméstica moçambicana, registaram níveis de estabilidade nos principais mercados de comercialização agrícola do país ao longo da primeira semana de Maio de 2012, largamente devido ao fluxo regular do milho, arroz, amendoim, feijão e farinha de trigo naquele período.

Apenas a cidade da Maxixe, na província de Inhambane, registou subida no preço de milho, na ordem de 15%, passando a custar 8,16 meticais por quilograma, enquanto cenário contrário foi reportado na cidade de Nampula, onde o preço ao retalho passou para 7,43 meticais/quilograma.

De acordo com o Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) do Ministério da Agricultura, nos restantes mercados não se registaram variações de preço, sendo o preço mais alto de 12,70 meticais/quilograma pago pelos consumidores da cidade de Maputo e o mais baixo de 3,50 meticais por quilograma está em vigor na vila de Milange.

No que respeita ao arroz o preço também não registou variações de destaque, segundo ainda o SIMA, salientando, contudo, que apenas os mercados de Nacala e Maputo registaram ligeira queda e subida na mesma proporção de 9%, respectivamente.

Em Nacala, o preço ao consumidor passou para 20,00 meticais/quilograma, enquanto em Maputo passou para 25,00 meticais por quilograma, acrescenta aquele organismo governamental, ajuntando que, em geral, o preço mais alto, de 40,00 meticais/quilograma, está a ser praticado no mercado em Lichinga e o mais baixo de 20,00 meticais por quilograma está em vigor em Nacala.

O preço do amendoim também registou estabilidade nos mercados nacionais, de acordo ainda com o SIMA, salientando, contudo, que uma subida de 14% foi reportada em Nacala onde os consumidores passaram a pagar 40,00 meticais/quilograma, contra os 35,00 meticais/quilograma praticados na semana anterior.

O feijão nhemba e manteiga e ainda a farinha de trigo registaram, igualmente, estabilidade dos seus preços nos principais mercados nacionais, realça o Sistema de Informação de Mercados Agrícolas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!