Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Preços de produtos agrícolas estáveis no início de Julho

Na primeira semana de Julho os preços de produtos agrícolas alimentares comercializados nos principais mercados moçambicanos foram estáveis devido ao aumento da capacidade de abastecimento dos produtores nacionais. Os produtos mais disponibilizados pelos operadores agrícolas para comercialização foram cereais, feijões, oleaginosas e hortícolas.

No mesmo período, a cidade de Maputo recebeu quantidades significativas de milho produzido nos distritos de Boane, na província de Maputo, Chókwè, Chibuto e Macia, em Gaza, e vendido aos revendedores da capital do país ao preço de 150 meticais a lata de 20 litros, indica, a título de exemplo, o Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA), uma publicação do Ministério da Agricultura.

Na zona Centro, o mercado da cidade da Beira, em Sofala, recebeu milho do distrito de Gorongosa, enquanto Chimoio, em Manica, foi abastecido por aquele cereal produzido na região de Macate.

A província nortenha de Nampula continuou a ser a principal fornecedora de amendoim pequeno aos mercados da zona Sul do país, designadamente cidade de Maputo, Chókwè, Inhambane e vila-sede de Massinga.

Além dos mercados da zona Sul, há alguns mercados da zona Centro do país que também são abastecidos com amendoim produzido em Nampula, por exemplo cidade da Beira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!