Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Posto administrativo de Imala terá ensino secundário geral

No âmbito do programa de alargamento da rede escolar, em implementação na província de Nampula, o Posto Administrativo de Imala, no distrito de Muecate, vai, pela primeira vez na sua história, ser abrangida com uma escola do ensino secundário geral, que entrará em funcionamento a partir do próximo ano de 2010.

Numa primeira fase, a escola funcionará apenas com 1º ciclo, comportando quatro turmas da 8ª classe com 60 alunos cada, em salas anexas da Escola Primária Completa (EPC) de Imala-sede, construídas com o apoio da Visão Mundial, uma organização cristã e humanitária que opera na província de Nampula há 25 anos.

Segundo João Muatama, director da EPC de Imala-sede e Coordenador da Zona de Influência Pedagógica (ZIP) local, a medida tem em vista garantir que as crianças que concluem a 7ª classe, tenham acesso ao ensino secundário geral, sem percorrer longas distâncias como aconteceu até finais do presente ano lectivo.

Muatama observou que nos anos anteriores, muitos alunos que concluiam o ensino primário completo, eram obrigados a interromper os seus estudos pelo facto de o posto estar localizado mais de 35 quilómetros da vila sede do distrito de Muecate, onde, entretanto, apenas existe uma escola secundária.

Neste momento, estão em fase conclusiva mais 6 salas de aulas que irão reforçar as 10 existentes anteriormente,por forma a garantir que os alunos da 1ª a 7ª classes e da 8ª classe, desfrutem de condições condignas.

Referiu, acrescentando que a EPC de Imala-sede matriculou no ano lectivo findo um total de 1981 alunos, dentre os quais 1.530 da 1ª a 5ª classes e 451 de 6ª a 7ª classes, distribuídos, na totalidade, em 34 turmas e aassistidos por igual número de professores.

Aquele responsável anotou, ainda, que a Visão Mundial , em parceria com o governo, para além de construir infraestruturas escolares, também nos tem apoiado em material didáctico para alunos e professores,e disponibilizado equipamento diverso e de recreação escolar.

Deste número, de acordo com dados fornecidos por Muatama, 1530 alunos são de 1ª a 5ª e 451 da 6ª a 7ª classes, distribuídos ao todo em 34 turmas e assistidos por igual número de professores. Em termos de aproveitamento pedagógico, embora se tenha confrontado com a falta de 9 docentes, a EPC obteve um resultado posiivo em relação aos 1.286 alunos de 1ª a 4ª classes, isentas de exames, cuja percentagem globral rondou 95 por cento, superando, portanto, os cerca de 93 por cento do ano passado.

O nosso interlocutor atribui a referida subida percentual à significativa redução de desistências de estudantes femininos, motivadas, principalmente, por casamentos prematuros, prática de comércio informal e mudança de residência dos pais ou encarregados de educação impelidos pela procura de terras férteis para a prática de agricultura. Refira-se que, até ao momento, o Posto Administrativo de Imala tem 31 escolas, distribuídas em 4 Zonas de Influência Pedagógica e 4 escolas do ensino primário completo que funcionam nas sedes das ZIP’s.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!