Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Portugal com novas ambições em Moçambique

O Primeiro-Ministro português afirmou quartafeira que “Portugal está em Moçambique com uma nova ambição” durante a sua visita ao país.

José Sócrates, que falava no fim da sessão plenária entre os dois governos, reforçou que tal ambição passa por “dar um novo impulso, um novo fôlego às relações políticas e económicas entre Portugal e Moçambique” e que uma das provas é que doravante os dois países “vão encontrarse uma vez por ano numa cimeira periódica em que serão debatidos todos os temas da cooperação”. Uma ideia partilhada pelo Presidente de Moçambique, Armando Guebuza, que assinalou que esta visita “é um sinal inequívoco (…) de apoio à prioridade nacional que é de luta contra a pobreza”.

Para o Primeiro-Ministro luso, a visita a Moçambique demonstra “o empenho português numa cooperação económica com Moçambique que proporcione o seu desenvolvimento e que coloque a nossa cooperação económica ao nível que a nossa história nos exige”. E por isso José Sócrates fez questão de frisar a vasta comitiva que se deslocou a Moçambique: “Nove membros do Governo, dezenas de dirigentes da adminis- tração pública e 55 empresários com vontade de dar um sinal claro ao povo moçambicano”.

Um sinal que Armando Guebuza agradeceu e referiu que “os acordos que acabam de ser aprovados apontam para a constituição de actividades que vão contribuir de grande maneira para o combate contra a pobreza em Moçambique”.

Cahora Bassa Para o Primeiro-Ministro português, o “passo histórico” de ontem “só foi possível depois de se ter removido vários problemas políticos que se interpunham na relação entre os dois países”, como a barragem de Cahora Bassa. Os governos de Portugal e de Moçambique assinaram esta quarta-feira oito acordos bilaterais nas áreas da cooperação técnico-militar, alterações climáticas, energias renováveis, transportes e comunicações, assim como nos sectores da educação e cultura.

A visita oficial de José Sócrates a Moçambique é a primeira que realiza ao exterior desde que foi reeleito em Setembro passado. Entre outras tarefas, antes de regressar a Portugal, na sexta-feira, o chefe do Governo luso dever reunir-se com o seu homólogo moçambicano, Aires Ali.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!