Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Portucel devasta machambas e provoca guerra no Ile

Mesmo antes de abrir a referida fábrica de produção de papel nas províncias da Zambézia e Manica, a firma portuguesa denominada Portucel, já entrou em guerra com a população de onde vai trabalhar. No distrito do Ile, província da Zambézia, concretamente na localidade de Socone, aquela firma portuguesa pegou nas máquinas e destruiu machambas de camponeses, alegando que estes estavam dentro da área cedida para o plantio de eucalípto, matéria prima para a produção de papel.

Conforme noticia a RM, muitas culturas foram devastadas e a populacao daquele local diz não ter chegado a nenhum entendimento com a referida empresa. De acordo ainda com aquele órgão, as populações perderam esperança e estão já em pé de guerra com a Portucel.

As autoridades locais ligadas a área de agricultura confirmam a devastação de muitas áreas cultivadas. Embora não sabendo quantificar, as autoridades dizem apenas que o cenário regista-se em mais de dezasseis povoados daquela localidade, dai que conforme explicam, há que tomar medidas.

Já o governo provincial preocupado com esta situação, enviou já uma equipa para junto da população lesada e da firma portuguesa Portucel ver no terreno os possíveis danos causados e reportados pela população. Neste momento, a referida equipa está já a trabalhar e caso sejam encontrados os danos causados pela empresa, esta será responsabilizada e irá repôr tudo aquilo que danificou, garante uma fonte governamental citada pelo mesmo órgão.

Consulta pública

A consulta pública para a implantação deste projecto foi realizada no ano passado e por aquilo a que assistimos neste dia, os organizadores diziam que todos aspectos ligados com a agricultura estavam já acautelados. Em menos de um ano, ai vem as divergências com as comunidades. Tudo isso antes ainda da construção da referida fábrica para a produção de papel. Refira-se que o projecto da Portucel está avaliado em cerca de 120 milhões de dolares norte americanos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!