Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Populares destroem Posto de Saúde em Moma

Indivíduos munidos de material contundente diverso destruíram, na última Sexta-feira, o Posto de Saúde de Mogoroja, distrito de Moma, a cerca de 300 quilómetros da capital provincial de Nampula. Para além da unidade sanitária, os mesmos indivíduos destruíram, igualmente, a residência do enfermeiro local, que acusam de responsável pela propagação das diarreias acompanhadas de vómitos, que, desde os princípios deste ano, estão a fustigar aquela região costeira.

Segundo Orlando Mudumane, porta voz da polícia, em conexão com o caso, encontram-se detidos no comando distrital de Moma dois supostos cabecilhas, enquanto prosseguem buscas para a captura dos restantes membros do grupo. Na altura, a polícia foi obrigada a disparar, tendo alvejado dois dos visados, um dos quais viria a perder a vida a caminho do hospital.

O governador da província, Felismino Tocoli, que, este fim de semana, trabalhou naquele distrito, mostrou-se constrangido com a situação e apelou à população a denunciar aqueles que, no lugar de colaborarem na promoção dos cuidados de saúde, promovem boatos no seio das comunidades.

Recorde-se que as autoridades policiais daquele distrito detiveram, em data recente, 16 indivíduos alegadamente envolvidos na onda de desinformação. Para corrigir este cenário, o governo e alguns organismos da sociedade civil estão a intensificar as acções de consciencialização às populações para não confundirem o cloro, produto usado para o tratamento de água, com a doença de cólera.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!