Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

População pede maior protecção policial face ao aumento da criminalidade em Nampula

Os moradores de diferentes povoados, a nível da cidade de Nampula, estão apreensivos com o recrudescimento do índice de criminalidade naquela autarquia do norte do país. Numa reunião havida no último sábado com o comandante provincial da corporação, o superintendente principal da polícia, Abel Nuro, os residentes do bairro de Muhala-expansão (um dos mais populosos das cidade) pediram aos agentes da lei e ordem no sentido de redobrarem esforços no combate ao fenómeno da criminalidade que, nos últimos tempos, conquista espaço naquela cidade.

Alguns intervenientes do referido encontro voltaram a “atacar” à Polícia pela alegada impunidade de alguns malfeitores que, conduzidos às celas, voltam a cometer o mesmo tipo de crime nos bairros, contribuindo, deste modo, para a instabilidade social na urbe.

Em Nampula, os principais tipos de crimes estão relacionados com assaltos, com recurso a instrumentos contundentes na via pública e/ou em residências, furtos qualificados e burlas, envolvendo na sua maioria, cidadãos com menos de 30 anos de idade.

O comandante provincial da Polícia em Nampula reiterou a necessidade do envolvimento das comunidades na luta contra a criminalidade, através das denúncias. Para a Polícia da República de Moçambique, a reactivação dos conselhos comunitários de segurança é fundamental. Inserido no quadro da ligação Polícia/Comunidade, aquele tipo de encontro ocorre de forma regular e visa a conjugação de esforços, que contribuam para a manutenção da ordem pública no seio das comunidades.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!