Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia prende violadores de crianças e detentores ilegais de armas de fogo

Oito cidadãos, dos quais estupradores de menores, não gozam de liberdade, desde a semana finda, na capital moçambicana, nas províncias de Maputo, Gaza e Sofala, acusados de prática de vários crimes tais como roubo de armas de fogo, posse ilegal das mesmas, ofensas corporais a crianças e rapto.

Na cidade de Maputo, dois moçambicanos que respondem pelos nomes de A. Maússe e J. Nhamuchua, de 24 e 25 anos de idade, caíram nas mãos da Polícia da República de Moçambique (PRM) por posse ilegal de uma pistola. Os visados residem no bairro Zona Verde, município da Matola.

Na mesma urbe, outros dois cidadãos identificados pelos nomes de I. Mabui e E. Capina, de 31 e 54 anos de idade, respectivamente, foram detidos também por roubo de uma pistola contendo oito munições. Os acusados, habitantes no bairro de Hulene, trabalhavam na G4S, uma empresa de segurança privada.

Na província de Maputo, um outro indivíduo de nome G. Magaia, de 19 anos de idade, foi preso no bairro Djonasse, distrito de Boane, supostamente por agredir fisicamente e estuprar uma criança de 06 anos de idade, segundo o Comando-Geral da PRM.

Em Gaza, a Polícia deteve na cidade de Xai-Xai um jovem de 22 anos de idade, de nome A. Dengo, por abuso sexual de uma menor de 12 anos de idade.

Na mesma parcela do país, os agentes da PRM prenderam, no mesmo dia, um outro jovem identificado pelo nome de C. Sitoe, de 35 anos de idade, indiciado de rapto de uma criança de 13 anos, de nome N. Chunguane. A vítima foi resgatada a 26 de Setembro último.

Em Sofala, um cidadão de 37 anos de idade, de nome A. Magoreia, cai nas mãos da Polícia, no distrito de Dondo, acusado de abusar sexualmente de uma criança de 12 anos, de acordo com aquela instituição do Estado.

Os processos-crime dos casos acima indicados correm os devidos trâmites nas instituições competentes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!