Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia prende quatro supostos produtores de soruma em Maputo e Manica

Quatro indivíduos estão a contas com as autoridades policiais nas províncias de Maputo e Manica, acusados de produção e venda de cannabis sativa, vulgo soruma, e posse ilegal de armas de fogo de fabrico caseiro.

No município da Matola, um homem de 43 anos de idade foi preso por cultivar a referida droga na sua residência, no quarteirão 44, no bairro da Machava Bunhiça.

Para além de deter o cidadão, a Polícia da República de Moçambique (PRM) naquela parcela do país deitou a baixou várias plantas que já eram bastante grandes.

O homem ora preso contou que as mesmas plantas serviam de sombra para as suas aves, uma vez que cresciam atrás da capoeira. Ele precisou de oito meses para que elas atingissem a fase adulta e, segundo explicou, não foi necessário regá-las, porque a chuva se encarregou disso.

Num outro desenvolvimento, o indivíduo alegou que a referida soruma germinou de repente e no início achou que se tratava de uma planta qualquer. Porém, quando se apercebeu de que era droga passou a cuidar da planta para posterior comercialização.

“Quando crescesse pretendia vender a 50 meticais cada pequeno embrulho de soruma. Esta era uma forma de sobreviver porque não trabalho. A planta estava atrás da capoeira e os vizinhos é que me denunciaram”, narrou o cidadão.

Em Manica, a PRM confiscou 60 quilogramas de soruma produzida numa machamba no distrito de Báruè, numa área de numa área de dois hectares. Trata-se de um distrito considerado potencial na produção deste tipo de droga, a par de Guro.

A Polícia disse que apreendeu igualmente três armas de fogo na casa dos visados. As mesmas eram supostamente usadas para cometer desmandos e decorre uma investigação com vista a esclarecer os dois casos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!