Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia prende líder opositor e reprime manifestação em Uganda

Polícia prende líder opositor e reprime manifestação em Uganda

A polícia de Uganda reprimiu esta quinta-feira com gás lacrimogêneo a quinta manifestação contrária ao aumento do custo de vida. Os agentes quebraram o vidro do veículo que levava o líder da oposição, Kizza Besigye, e lançaram o gás lacrimogêneo para forçar a sua saída. Ele foi preso pela quarta vez nas últimas semanas.

A prisão de Besigye ocorre apenas um dia depois de sua libertação da prisão por liderar uma marcha similar de protesto contra a alta dos preços na semana passada. Besigye diz que as manifestações visam ainda a reclamar da corrupção do governo.

Uma porta-voz da polícia, Judith Nabakooba, disse que Besigye foi preso por não obedecer as ordens policiais e liderar uma manifestação caótica que causou trânsito e resultou em seus apoiadores lançando pedras contra os veículos.

Besigye foi o maior rival do presidente Yoweri Museveni nas eleições de fevereiro. Depois da eleição, Besigye clamou por protestos pacíficos contra o governo de 25 anos de Museveni, alegando que o pleito foi fraudado.

A primeira “marcha para o trabalho”, criada por grupos de oposição e da sociedade civil para protestar contra o aumento do custo de vida, foi realizada no dia 11, mas foi dispersada sem incidentes pela polícia –que deteve alguns dos líderes da oposição, incluindo Besigye, libertado sob fiança.

VEJA NO VÍDEO IMAGENS DE VIOLÊNCIA POLICIAL SOBRE O LÍDER DA OPOSIÇÃO NO UGANDA {youtube}ZoNt_RKhIdk{/youtube}

Os grupos realizaram campanha para manter os protestos periodicamente e realizaram outras três marchas. Os preços têm subido em Uganda depois de uma seca que reduziu a produção de alimentos em partes do país. Os preços dos alimentos foram afetados ainda pelos custos maiores no transporte, consequência, por sua vez, do aumento do preço dos combustíveis.

O índice de preços ao consumidor de Uganda subiu 4,1% de fevereiro a março, empurrando a inflação para uma quinta alta consecutiva (de 6,4% para 11,1%). Os preços dos alimentos subiram, por sua vez, 11,9% em março, em relação ao mês anterior.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!