Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia prende camião com 108 somalis ilegais na Zambézia

A Polícia moçambicana prendeu, segunda-feira, 108 cidadãos somalis ilegais, no distrito de Chimuara, na provincia central da Zambézia, que se faziam transportar num camião vindo de Nampula (zona norte) para Chimoio, a capital da província central de Manica. Os imigrantes, segundo Pedro Cossa, porta-voz do Comando Geral da Polícia, viajavam num camião acompanhados por uma viatura ligeira conduzida por um cidadão queniano de nome Osman.

 

 

“O camião transportando estes indivíduos só se punha em marcha a noite e ao amanhecer parava num local qualquer para retomar a viagem a noite como forma de ludibriar as autoridades policiais”, disse Cossa.

Presume-se, segundo Cossa, que os intrusos tenham entrado em território nacional através da província nortenha de Cabo Delgado com apoio de pescadores moçambicanos e tanzanianos que fazem o transporte de ilegais para atravessar o rio Rovuma, fronteira natural entre Moçambique e Tanzânia.

Em Novembro último, Pedro Cossa, em declarações a AIM, revelou que, nos últimos tempos, os imigrantes ilegais começaram a entrar no país via mar e contam com a cooperação de pescadores moçambicanos e tanzaniano desonestos, para chegar à terra.

Porque a Polícia moçambicana apertou o cerco em Cabo Delgado, Cossa disse que os somalis são largados por grandes embarcações no alto mar e depois são carregados por pequenos barcos de pescadores. Segundo Cossa, há semanas, duas embarcações tanzanianas que transportavam imigrantes ilegais para Moçambique, em número não especificado, foram apreendidas nos distritos de Mocímboa da Praia e Palma, em Cabo Delgado.

A entrada de imigrantes ilegais no território moçambicano regista-se com maior frequência nas províncias de Cabo Delgado, Nampula, no norte do país, e na Zambézia, na região centro.

As autoridades policiais na província de Nampula neutralizaram, em Novembro ultimo, um grupo de 141 imigrantes ilegais de nacionalidade somali, que se faziam transportar a noite em dois camiões, escondidos debaixo de uma lona.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!