Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia mata supostos sequestradores na Matola

Polícia mata supostos sequestradores na Matola

Dois indivíduos foram mortos a tiros pela Polícia da República de Moçambique (PRM), na manhã de sexta-feira (31), supostamente por prática de raptos nas cidades de Maputo e da Matola.

O caso deu-se por volta das 08h00, no bairro da Machava-K15, e foi o fim trágico de uma perseguição que segundo a própria corporação iniciou na cidade de Maputo.

Os dois malogrados faziam transportar numa viatura com a matrícula estrangeira WLN 143 GP. Na mesma encontrava-se um terceiro que se colocou em fuga.

Para a Polícia, o grupo integrava uma quadrilha de sequestradores procurados há bastante tempo.

Um chama-se Félix Boa e outro era Cristiano José, disse a corporação, sublinhando que eles já estiveram envolvidos em vários raptos ocorridos nas cidades de Maputo e Matola.

Segundo testemunhas, o carro no qual os supostos meliantes viajavam atropelou uma jovem e, em seguida, despistou e capotou no local onde os ocupantes foram regados de tiros.

Em igual período de 2016, a PRM matou, também a tiros, um suposto sequestrador no bairro Patrice Lumumba, no município da Matola. A vítima era acusada de raptar uma mulher no bairro das Mahotas.

Ao longo do ano passado aconteceram vários outros assassinatos de presumíveis sequestradores.

Aliás, a Polícia parece revelar alguma falta de perícia na detenção de indivíduos acusados deste tipo de crime, por exemplo, o que dá azo para que se pense que, diante de tal situação, a alternativa tem sido disparar para mata.

Ainda de Dezembro de 2016, a corporação alvejou mortalmente a tiros, numa troca dois supostos integrantes de uma quadrilha de sequestradores que tentaram sequestrar, por duas vezes, o dono do centro comercial Tiger Center, na capital do país.

O número de vítimas mortas nestas circunstâncias subiu para seis só na mesma semana.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!