Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia fala da má travessia do peão atropelado pela comitiva do Governador

Na última sexta-feira, a comitiva do Governador Francisco Itai Meque, quando ia a Alto Molócuè, Gurué e Milange, atropelou mortalmente uma menor de sete anos de idade no distrito de Nicoadala. A viatura envolvida pertence a direcção provincial de Indústria e Comércio, mas aqui, esta responsabilidade já passa para o governo da província.

Quando o nosso jornal foi ao Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique na Zambézia, constatou que nos autos das ocorrências e concretamente naquele caso, o Comando Distrital da PRM em Nicoadala, relatou que a morte da pequena Florência foi por causa da má travessia.

Esta informação era previsível da nossa parte, porque muitas vezes quando um acidente desta natureza envolve figuras de alto nível, a culpa sempre é posta na vítima.

São raríssimas ocasiões, contáveis até que o dirigente é tido como culpado. E no caso do acidente de Nicoadala que vitimou esta menina, as coisas não fugiram a regra. Tudo recaiu a vítima. São destas coisas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!