Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia detém supostos traficantes de marfim e dentes de leopardo em Sofala

Dois jovens estão a contas com as autoridades policiais, desde a semana finda, indiciados de posse ilegal de duas pontas de marfim da cria de um elefante, dois dentes de macaco e quatro de leopardo, uma unha de urso e pele de gato cerval, supostamente obtidos com recurso à caça furtiva no Parque Nacional da Gorongosa, na província de Sofala.

Os visados têm 23 e 27 anos de idade e respondem pelos nomes de Gilto Tenente e Boramo Domingos.

A sua detenção ocorreu na vila-sede do distrito de Inhaminga, quando alegadamente pretendiam entregar os produtos em questão a um suposto comprador, cuja identidade alegaram que desconhecem.

Segundo contaram, uma cidadã, que também desconhecem, contactou-lhes, indicando que um suposto patrão precisava de pontas de marfim, dentes de macaco e de leopardo, unha de urso e pele de gato cerval e pagaria um bom dinheiro.

Refira-se que, há dias, a Polícia da República de Moçambique (PRM), no Niassa, concretamente no distrito de Majune, recolheu três cidadãos aos calabouços, por terem sido encontrados na posse de quatro pontas de marfim, as quais eram movimentadas num autocarro de transporte semi-colectivo de passageiros.

Acredita-se que o produto provinha da caça furtiva na Reserva Nacional do Niassa, e tinha como destino algum país estrangeiro que não foi especificado pelas autoridades policiais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!