Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia desmantela supostos consumidores e vendedores de drogas em Quelimane

Sete indivíduos encontram-se presos a contas com os agentes da Lei e Ordem, desde o último fim-de-semana, na cidade de Quelimane, província da Zambézia acusados de consumo e comercialização de estupefacientes.

Trata-se de três cidadãos de nacionalidades nigeriana, somali e quatro moçambicanos. Destes, constam duas irmãs que, segundo a Polícia, são reincidentes. Elas foram presas no ano passado por envolvimento no mesmo tipo de crime.

Após denúncias de populares, de sexta-feira a domingo últimos, no bairro Torrone, a Polícia da República de Moçambique (PRM) desencadeou uma operação que culminou com a apreensão de 50 quilogramas de cannabis sativa, vulgo soruma, e várias quantidades de heroína e cocaína.

A soruma estava conservada em baldes e as restantes drogas em fracos. Foram igualmente confiscadas várias seringas supostamente usadas para a injeção de narcóticos, catanas e outros instrumentos contundentes que no entender da corporação eram usados em assaltos.

Os acusados, enclausurados na 1a esquadra a corporação, refutam as acusações que pesam sobre si e disseram que nunca se envolveram no consumo e venda de drogas.

Um dos cidadãos de nacionalidade estrangeira declarou-se inocente e alegou que a sua detenção resultou do facto de ter sido encontrado na companhia da sua namorada, a qual é indiciada no caso.

Enquanto isso, uma das senhoras disse, banhada de lágrimas, que foi presa injustamente. Nenhuma droga foi achada na sua residência, para além de que no momento que ela foi detida não se encontrava em casa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!