Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia aborta rapto e mata três suspeitos em Maputo

Três cidadãos cujas identidades não apurámos foram crivados de balas, na noite de terça-feira (13), durante uma perseguição com a Polícia da República de Moçambique (PRM), alegadamente por tentativa de rapto de um comerciante na cidade de Maputo.

Os meliantes pretendiam sequestrar o dono de um estabelecimento comercial sito na Avenida Eduardo Mondlane, disse fonte policial disse ao @Verdade. A confrontação que terminou em morte dos presumíveis bandidos aconteceu defronte do armazém central de medicamentos do Ministério da Saúde (MISAU), sito ao longo da Estrada Nacional número 1 (EN1), quando os finados pretendiam tomar o desvio de Lumbela, em direcção à cidade da Matola.

Durante a operação, a PRM recuperou duas pistolas alegadamente usadas no rapto ora frustrado. Das três vítimas, dois eram, há bastante tempo, procurados pelas autoridades policiais em virtude de terem se evadido do Estabelecimento Penitenciário Provincial de Maputo (ex-Cadeia Central) e da prisão de Mabalane, na província de Gaza.

Apurámos ainda que um dos integrantes da quadrilha conseguiu colocar-se ao fresco numa viatura cujas características não foram fornecidas ao nosso jornal.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!