Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PM recebe Secretário de Estado de Portugal

O Primeiro-Ministro (PM) moçambicano, Aires Ali, recebeu, na quarta-feira, no seu gabinete de trabalho, o Secretário do Estado português do Tesouro, Carlos Pina, com quem discutiu, entre outros assuntos, os preparativos das visitas do Chefe do Governo português, José Sócrates, a Moçambique, e do Presidente Armando Guebuza a Portugal.

A visita do Chefe do Estado moçambicano a Portugal ainda não tem data marcada, enquanto a do Primeiro-Ministro português a Moçambique está agendada para Março próximo e as partes querem tirar melhor proveito das oportunidades das mesmas. Falando à imprensa momentos depois do encontro com o Primeiro-Ministro, Carlos Pina, que se encontra de visita de trabalho a Moçambique, disse que as duas partes estão interessadas em tirar o maior proveito das duas visitas.

“Queremos que essas visitas sejam bem preparadas para podermos aproveitar as oportunidades da melhor forma”, disse Pina, durante o seu contacto com a imprensa. O governante luso descreveu as relações entre Moçambique e Portugal como sendo “boas” e considerou que tal implica a existência de mais oportunidades de cooperação para os dois países. Dentre várias áreas, a cooperação entre os dois países abarca os sectores de cultura, energia e ambiente, sendo que nesta última componente as partes pretendem cooperar no combate a desertificação, uma componente bilateral mas que se enquadra no desafio global de adaptação dos países à alterações climáticas.

Ainda na quarta-feira, o Secretário de Estado do Tesouro de Portugal irá manter um encontro de trabalho com os Ministros moçambicanos dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, e das Obras Públicas e Habitação, Cadmiel Muthemba. Outro ponto da agenda de Carlos Pina tem a ver com a discussão de temas relacionados com a criação do fundo de apoio ao investimento em Moçambique e o financiamento a infra-estruturas nas áreas de energia e estradas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!