Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Planos locais para gestão de resíduos sólidos

O Ministério para Coordenação da Acção Ambiental (MICOA) vai lançar no país, um plano director para gestão dos resíduos sólidos nos Trinta e Quatro Municípios, medida que se enquadra nos esforços daquele sector para mitigação do problema, que constitui atentado ao meio ambiente.

Rosália Pedro, do MICOA, o problema dos resíduos sólidos, a semelhança da erosão, ocupação desordenado dos solos e outros, consta da listas dos principais problemas ambientais que actualmente afectam o país.

Ciente das dificuldades materiais e infra-estruturais do pais, estamos convictos que com a elaboração destes planos, sobre como os municípios devem gerir os seus resíduos sólidos, algumas coisa ira mudar – esclareceu Rosália Pedro De referir que maior parte dos resíduos sólidos que actualmente inundam os grandes centros urbanos do país, particularmente os municípios, são compostos de materiais não recicláveis, o que torna difícil o seu processo de reaproveitamento.

Com efeito, para o caso especifico da cidade de Nampula, o lixo que abunda é constituído por derivados de produtos agrícolas, capim de cobertura de palhotas, ramos de arvores, garrafas partidas e outros que por falta de utilidade secundaria, tem de ser removido para posterior baldeamento em ravinas e buracos provocados pela erosão dos solos na periferia da cidade.

O MICOA refere que alguns resíduos sólidos, como é o caso de baterias de automóveis e telefones celulares, pilhas secas, que estão na lista de produtos químicos com alta capacidade de poluição, merecem um sistema rigoroso de colecta e reciclagem.

Para a construção de uma lixeira municipal, com condições técnicas exigidas para reciclagem do lixo, a edilidade da cidade de Nampula precisa de cerca de oito milhões de dólares americanos. Vivem na cidade de Nampula, pouco mais de 480 mil habitantes, segundo dados do ultimo Censo da População e Habitação, distribuídos em Seis postos administrativos urbanos, designadamente Central, Muhala, Namicopo, Rex, Muatala, Napipine e Natikiri.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!