Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pesquisa do mercado de trabalho traz especialistas suecos a Moçambique

Especialistas em pesquisa de políticas e do mercado de trabalho do Reino da Suécia terminaram uma missão de monitoria em Moçambique, no âmbito do programa de Bolsas de Estudo que aquele país nórdico vem implementando para países da África Austral, incluindo Moçambique.

Financiado pela Agência Sueca para o Desenvolvimento Internacional (ASDI), o programa, que começou em 2006 ao abrigo de um memorando rubricado entre os Ministérios do Trabalho de Moçambique e da Suécia, termina este ano, sendo Moçambique o país escolhido para acolher a última etapa, em Abril próximo.

Um comunicado do Ministério do Trabalho (MITRB) recebido pela AIM, refere que esta última etapa do programa trará a Maputo os últimos 27 beneficiários dessas bolsas para a apresentação dos trabalhos finais.

As especialistas, Alessandra Cornale e Lars-Akê-Svensson, do Ministério do Trabalho sueco, em Moçambique, fizeram o acompanhamento dos trabalhos de campo dos cinco bolseiros locais que beneficiaram da iniciativa no ano passado em Estocolmo, capital sueca, e aproveitaram a ocasião para acertar os últimos detalhes sobre a cerimónia a ter lugar em Maputo, em Abril próximo.

Em Maputo, estarão presentes bolseiros finalistas de África do Sul, Botswana, Quénia, Moçambique, Namíbia e Tanzânia, que, durante uma semana, deverão defender os conhecimentos adquiridos no âmbito do programa com vista a ajudar os seus respectivos países em matéria de pesquisa do mercado de trabalho.

Alguns bolseiros nacionais que escolheram Moçambique como tema para os seus projectos a desenvolver, estão já numa fase avançada no que diz respeito à operacionalização total do seu Observatório de Trabalho e Emprego, lançado ano passado.

Trata-se de um organismo que será responsável pelo estudo, recolha de informação e divulgação pública, bem como perspectivar a dinâmica do mercado de trabalho, com vista a garantir aos cidadãos, empresas, investidores e outros interessados, dados sobre a dinâmica no campo sócio-económico e laboral do país.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!