Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pergunte a Tina… o que fazer se tens pénis pequenino e não consegues satisfazer as mulheres

Pergunta à Tina…tudo sobre saúde sexual e reprodutiva!

Olá Tina. Tenho 19 anos. O meu pénis é flácido e muito pequeno, e quando erecto é também pequeno e fino. Por essa razão, todas as minhas relações tornam-se um fiasco porque não consigo preenche-las. É como se eu não estivesse presente durante o acto. Por isso, não tenho relacionamentos duradoiros. Logo após a primeira relação, quando não as satisfaço, é motivo de estranhamento. Fica um clima de tensão e acabam por me trair ou largar em busca de satisfação. E isso é frustrante. Sinto-me inútil e até já cheguei a pensar em suicidar-me! Maurício.

Querido Maurício, há vários aspectos da nossa fisiologia que nós todos temos a tendência de desejar que fossem diferentes. Isso é muito normal. Ainda esta semana conversei com várias pessoas sobre as frustrações dos adolescentes e a sua tendência de decidirem que a solução é o suicídio.

Tu não gostas de viver? Não há coisas mais importantes na tua vida que aches que valha a pena lutar por elas? Começo assim a minha resposta para que percebas que o suicídio não é a solução para um problema sexual.

Primeiro, com 19 anos ainda és jovem e tens uma vida inteira para viver e aprender. Quanto cresceres, irás aprender que o sexo não é apenas a penetração do pénis na vagina. Vais descobrir também que as mulheres sentem prazer de várias formas e até podem atingir o orgasmo através de carícias, e do toque com as mãos, sem precisarem que tu as penetres.

Vais perceber, acima de tudo, que as relações entre homens e mulheres são muito mais do que o sexo. E se eu fosse a ti, arranjava tempo para aprender e descobrir todas essas coisas. Mais ainda: eu iria sugerir que procurasses ler no nosso jornal algumas respostas que já demos sobre o sexo para aprenderes algumas sugestões, que incluem explorar mais os preliminares e conversar abertamente com a tua parceira. Com anos de vida pela frente, irás, com certeza, encontrar uma parceira que te compreenda e com quem te sentes à vontade para seres tu mesmo.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!