Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pergunta a Tina: o que posso fazer para ultrapassar este problema e recuperar a minha vida normal, com a minha namorada

Pergunta a Tina: sexo oral prejudica a saúde ou não?

Olá Tina. Descobri que tinha uma ITS em Março de 2016, junto com a minha namorada fomos ao centro de saúde, sem nenhum exame comprovativo nos deram três injecções em três semanas (Benzatina), não deram efeito. Voltámos, fizeram exames para gonorreia e sífilis, não foi detectada nenhuma das duas, daí o médico receitou Aciclovir, dizendo que só podia ser Herpes o que tínhamos. Tomámos e passou, mas foi só por um mês, a infecção voltou a manifestar-se, não acabou um mês sem ter uma crise, às vezes só fico duas semanas sem manifestação, já me aplicaram Benzatina em quatro consultas, tomei Eritromicina, Azitromicina, Aciclovir em comprimidos. O Aciclovir é que vejo que dá bons resultados quando estou em crise (pequenas bolhas agrupadas no corpo do pénis). Perante esta situação gostaria de saber o que posso fazer para ultrapassar este problema e recuperar a minha vida normal, com a minha namorada.

Olá, amigo leitor. Realmente, tudo indica que deve ser Herpes, uma Infecção de Transmissão Sexual (ITS) bastante frequente, causada por um vírus. Infelizmente, o Herpes ainda não tem cura e o vírus permanece no corpo por toda a vida. O Aciclovir pode aliviar os sintomas, mas não cura definitivamente. Assim, é normal que essa doença venha a incomodar-te repetidas vezes, surgindo em surtos imprevisíveis, de maior ou menor intensidade.

Não deves ter relações sexuais enquanto essas borbulhas, também chamadas vesículas, não curarem por completo. Mesmo usando camisinha, não deves fazer sexo, pois os vírus podem estar presentes não só no pénis, mas em toda a área genital. Por isso, mesmo sem vesículas, os vírus podem ser transmitidos à tua namorada. Portanto, a restrição deve ser absoluta, enquanto as vesículas não curarem. Na fase aguda, o Herpes é altamente contagioso. E, mais grave ainda, se a tua namorada engravidar, pode transmitir a infecção ao feto.

Também não deves tocar nas lesões e principalmente, evitar contacto com os olhos (poderás desenvolver Herpes ocular). Se tocares nas lesões inadvertidamente, deves lavar as mãos imediatamente.

Sempre que tiveres essas vesículas, deves iniciar imediatamente o tratamento, pois quanto mais cedo, mais efectivo ele será e aliviará o teu incómodo. A tua namorada terá que receber exactamente o mesmo tratamento, ao mesmo tempo.

Também não devem fazer sexo enquanto durar o tratamento. É importante que tu e a tua parceira (mesmo que ela não tenha sinais ou sintomas) façam o teste do HIV. Isto porque as pessoas com imunodeficiência, como aquelas que têm o HIV, têm mais facilidade em apanhar Herpes. Também deves habituar-te a usar sempre a camisinha quando fazes sexo. Assim, evitas passar a infecção à tua namorada e evitas a re-infecção ou apanhar outra ITS. Tens que encarar isto como de importância fundamental, pois o vírus não é eliminado pelo tratamento e permanece no corpo durante muitos anos.

Há pessoas que têm surtos tão frequentes e tão incómodos que têm que tomar o Aciclovir todos os dias continuamente, durante meses e até anos, o que que quase elimina os surtos e melhora muito a qualidade de vida, mesmo não curando completamente. Se quiseres conhecer melhor esta doença, podes consultar na Internet, onde há muitos sites que discutem este assunto, nomeadamente o seguinte: http://www.mdsaude.com/2012/03/herpes-genital.html Boa sorte!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!