Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pequeno tremor de terra registado no centro de Moçambique

Um sismo de magnitude de 4,2 graus na escala de Richter foi registado no princípio da tarde desta Sexta-feira no distrito de Sussundenga, na província de Manica, no centro de Moçambique.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos o abalo foi registado às 13h58 a uma profundidade de 9,9 km e o epicentro foi localizado numa região situada a 100 km da cidade do Chimoio.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia o epicentro foi no distrito de Sussundenga, a sul da província de Manica.

Uma testemunha residente em Gondola, a mais de 60 quilómetros do epicentro, relatou @Verdade que “foi um tremor que durou 10 a 20 segundos, mesas e camas abanaram, e até saíram do lugar”

Segundo a mesma testemunha, que falou com familiares, o sismo foi sentido também no Chimoio.

Outra testemunha, residente na cidade do Chimoio, e que se encontrava a almoçar no momento do sismo disse que “meramente os garfos e facas se mexerem com algum abano das mesas e cadeiras. Foi muito rápido. Pessoas por perto que estavam de pé a falar não sentiram nada”.

Até ao momento não foi possível estabelecer contacto com fontes no distrito de Sussundenga para apurar a existência ou não de danos materiais ou de vítimas.

Moçambique é um país atravessado pela Grande Fenda Africana, ou simplesmente “Vale da Rift”, complexo de falhas tectónicas criado há cerca de 35 milhões de anos. Esta estrutura estende-se no sentido norte-sul por cerca de 5000 quilómetros, desde o norte da Síria até ao centro do país. No país, extende-se a partir do Lago Niassa, rio Chire, terminado na província da Zambézia.

Recorde-se que o mais forte sismo registado no nosso país aconteceu em Fevereiro de 2006, com uma magnitude de 7.5 graus na escala de Richter, com epicentro em Machaze, sul da província central de Manica.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!