Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pelo menos 20 pessoas são mortas em conflitos tribais no Quénia, segundo a polícia

Pelo menos 20 pessoas foram mortas em violência entre clãs no norte do Quénia, este domingo (22), informou a polícia, desestabilizando ainda mais uma das regiões mais voláteis do país.

Os conflitos entre as comunidades Degodia e Gare começaram nos meados de Maio e levaram a mais de 40 mortes no condado de Wajir, que faz fronteira com a Somália, noticiou a imprensa local. Os embates são os mais recentes numa série de massacres retaliatórios, ostensivamente parte de uma duradoura disputa por terra e água entre as duas tribos.

“Posso confirmar que 20 pessoas foram mortas em conflitos entre milícias de Degodia e Gare. Nove pessoas também foram feridas”, disse o porta-voz da polícia Masoud Mwinyi à Reuters.

A área de Wajir é amplamente vista como uma das partes menos estáveis do Quénia, com bandidos a rumarem por vastas áreas de terra árida e militantes somalis al Shabaab a realizarem emboscadas transfronteiriças.

Mwinyi disse que a polícia abriu uma investigação para estabelecer se os mais recentes ataques Degodia e Gare têm motivação política. O condado de Wajir tem poucas estradas nas áreas rurais e muitos detalhes dos conflitos não ficaram claros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!