Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Património da Sasol e Mozal “blindados” pela MIGA

Os megaprojectos Sasol, Mozal e Porto de Maputo têm o seu património não comercial assegurado pela Agência Multilateral para Garantias de Investimento (MIGA) do Banco Mundial.

A garantia de protecção dos bens supra-mencionados cobre eventuais situações de ocorrência de instabilidade política e de expropriação dos seus bens que afectem os seus investimentos aplicados em Moçambique e foi assegurada pelo vice-presidente para África do Banco Mundial, Mokthar Diop.

A fonte não revelou o valor do investimento disponibilizado para aqueles mega-empreendimentos, garantindo apenas que a continuidade do seu funcionamento estará garantida mesmo perante aqueles tipos de riscos não comerciais.

Nada de alarmante

Diop, que acaba de visitar Moçambique durante dois anos, explicou que os riscos assegurados pela MIGA não têm nada a ver com casos da iminência da instabilidade política e expropriação de bens das multinacionais acima indicadas, “mas é política do Banco Mundial assegurar o pleno funcionamento dos investimentos seus e de outros investidores em todos os países e não somente em Moçambique para o mesmo investimento não correr o risco de ser perdido na inventualidade da ocorrência de crises”.

Ele deu esta explicação quando assegurava a Moçambique que a MIGA e a Corporação Financeira Internacional (IFC) vão continuar a suplementar o apoio prestado pela Associação de Desenvolvimento Internacional (IDA) ao país que está focalizado no financiamento a vários projectos das áreas das indústrias estratégicas do agronegócio, turismo, exploração mineira, energia e serviços financeiros.

Refira-se, entretanto, que a visita de Diop a Moçambique culminou com o anúncio do desembolso de cerca de 50 milhões de dólares para a fase de reconstrução pós-cheias que estão a ocorrer no país e da aprovação de uma verba adicional de 700 milhões de dólares para o período 2013 e 2014.

A carteira actual dos projectos financiados pelo Banco Mundial é avaliada em cerca de 1,1 bilião de dólares em compromissos financeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!