Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

País mais perto de obter apoios financeiros

O país está mais perto de conseguir o segundo financiamento no quadro da iniciativa do presidente norte-americano visando a expansão e incremento da qualidade de serviços básicos prestados à população.

 

 

Para tal, segundo Andrew Mayock, vice-presidente do Millenniun Challenge Account, deve concluir com sucesso até final de 2013, prazo acordado entre as partes, os trabalhos previstos no primeiro compacto para o qual foi desembolsado um valor estimado em 507 milhões de dólares.

No momento de balanço da visita que efectuou, sucessivamente, às cidades de Nampula, Nacala-Porto e vilas de Monapo e Namialo que vão beneficiar de trabalhos visando a ampliação dos sistemas de abastecimento de água e saneamento, além da reabilitação do troço Namialo-Metoro na estrada nacional número um que liga a provincias de Nampula e Cabo Delgado, Andrew Mayock avaliou positivamente o nível de preparação para o início das obras.

Não obstante ter constatado um empenho por parte dos técnicos nacionais afectos ao escritório do MCA no país, Andrew Mayock vincou a necessidade de aceleração do passo visando o cumprimento das actividades do projecto segundo o calendário previamente estabelecido, pois que os prazos terminam em finais de 2013 e não podem ser dilatados.

Na análise do nosso interlocutor, além de cumprir os prazos de implementação do presente compacto de projectos na área de abastecimento de água e saneamento e reabilitação de estradas, que conta com um financiamento na ordem dos 507 milhões de dólares, o governo moçambicano deve melhorar ainda mais o seu desempenho na boa governação e a sua abertura ao investimento privado estrangeiro.

O governo moçambicano está no caminho certo no que ao combate a pobreza absoluta diz respeito, mas precisamos de ter a certeza desse facto através de outros indicadores – disse Andrew Mayock, ajuntando que a sua visita à província de Nampula foi benéfica na medida que teve oportunidade de constatar “in loco” as necessidades das população para elevar a sua qualidade de vida.

Tudo que constatamos nesta visita a Nampula será sistematizado e posteriormente canalizado ao senado, congresso e governo norteamericanos para efeito de avaliação do impacto da contribuição financeira ao desenvolvimento de Moçambique, podendo ser um elemento chave para uma decisão daqueles órgãos no sentido de incorporar este país no próximo financiamento no âmbito do Millenniun Challenge Account. Concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!