Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pai e madrasta presos por tentativa de venda da filha no sul de Moçambique

Um casal de jovens encontra-se privado de liberdade numa esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Maputo, por tentativa frustrada de venda da filha, de aproximadamente dois anos de idade, por 300 mil meticais a um indivíduo não identificado.

Do grupo, encarcerado em Beluluane, faz parte o primo do pai da menor. A miúda, de 18 meses, foi “arrancada” das mãos da mãe no passado domingo (10), pela madrasta, supostamente para lhe comprar iogurte.

Em declarações à imprensa, o pai do miúdo disse que orquestrou a venda da própria filha para obter dinheiro com vista a divertir-se com o seu primo que acabava de chegar da cidade de Quelimane, na província da Zambézia.

O jovem contou ainda que o comprador, cujo nome nem paradeiro não revelou, entrou em contacto consigo no sábado (09), através de um vendedor de recargas de telemóveis nas proximidades da sua residência. A combinação foi feita ao telefone.

“Ele perguntou se eu tinha o produto (referia-se à criança) e eu respondi que sim, estava em casa, e era uma menina. Ele disse que era de uma menina que precisava”, relatou o progenitor da vítima, tendo num outro desenvolvimento afirmado que o negócio seria fechado por volta das 18h00 de domingo.

Por sua vez, a mulher o indiciado, por sinal madrasta da petiza, narrou que por volta das 17h00 de domingo ela pediu para sair com a menor no sentido de comprá-la iogurte, pelo que a mãe autorizou.

Entretanto, chegado a uma barraca perto de casa, o primo do pai da criança apareceu e sugeriu que o iogurte fosse adquirido noutra loja onde o preço era supostamente mais baixo. Mas tudo não passava de uma artimanha para desaparecerem com a miúda.

Emídio Mabunda, porta-voz da PRM na província de Maputo, contou que, para lograr os seus intentos, os visados enganaram a mãe da menor com um passeio.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!