Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pacientes abandonam tratamento antiretroviral

O sector da Saúde estima em 1.800 o total de doentes que, nos últimos quatro anos, desistiram de tomar antiretroviral na província de Nampula. Segundo o Programa Provincial de Infecções de Transmissão Sexual (ITS/HIV/SIDA), mais de 860 doentes perderam a vida, vitimas do SIDA, ao longo do mencionado período.

Estes dados foram divulgados no Conselho Provincial Coordenador de Saúde, que decorre desde Segundafeira, na cidade portuária de Nacala, envolvendo técnicos do sector, directores dos Serviços distritais da Saúde, Mulher e Acção Social e outros quadros.

Para além do HIV/SIDA, malárias e diarreias, principais causas de consulta e de internamento, as doenças infecciosas, com destaque para os chamados corrimentos uretrais, leucoreias e úlceras genitais, figuram entre as principais inquietações das autoridades sanitárias. Falando em conferência de imprensa, Flávio Wate, director provincial de Saúde, afirmou que o sector que dirige está a trabalhar no sentido de reduzir a propagação de algumas doenças.

Disse que decorrem, neste momento, acções de controlo de certas enfermidades de índole intercontinental, de fácil contágio e propagação. Wate frisou que, não obstante a insuficiência de recursos humanos e financeiros, a direcção provincial está, paulatinamente, a cobrir os distritos através de pessoal qualificado. Presentemente, existe um médico em cada um dos vinte um distritos da província de Nampula têm já um médico, havendo até alguns com dois.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!