Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Os Xiconhocas da semana são: os Cobradores de chapa, os Agentes da polícia camarária, Faizal Sidat

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os nossos leitores nomearam os Xiconhocas da semana: os Cobradores de chapa, os Agentes da polícia camarária, Faizal Sidat. @Verdade traça em breves linhas as motivações.

1. Cobradores de chapa

A primeira nomeação é para um grupo de cobradores de chapa da rota Museu/ Missão Roque. O motivo, esse, é claro: o encurtamento de rotas. Os nossos leitores fizeram saber que tal voto deriva do facto destes, ao contrário do que a placa indica, transportarem os passageiros do Museu à terminal do Benfica. O percurso que sobra tem de ser percorrido a pé pelos passageiros.

Os que reúnem outras condições são obrigados a apanhar um outro autocarro. Contudo, os nossos leitores fizeram saber que há excepções, mas muito poucas. Outro aspecto que ajuda o Nhoca, para usar a linguagem dos nossos leitores, é a ausência de fiscalização, nalguns casos, e, noutros, a total conivência dos agentes da polícia camarária.

2. Agentes da polícia camarária

O engraçado na nomeação deste Nhoca, é o facto de ter sido apontado por outro. Ou seja, os cobradores apontam os agentes da polícia camarária como autênticos Nhocas em ponto maiúsculo. Aliás, os cobradores dizem que só encurtam por que têm de pagar receitas à dois patrões. O proprietário da viatura estabelece um valor e os agentes da polícia camarária cobram a sua parte.

Quem sofre com o jogo dos Nhocas é o povo. @Verdade sabe que ninguém fiscaliza o encurtamento de rotas e bem aqui ao lado da nossa sede assistimos, todos os dias, aos actos de corrupção dos Nhocas vestidos de verde. Há fardamentos que não dão dignidade nenhuma, o da polícia camarária é o exemplo paradigmático de tal realidade.

3. Faizal Sidat

E cá está ele, diferente dos restantes Nhocas por ser o mais terrível. Nem precisa ser chamado para aparecer e parece que é o que mais gosta na vida dele. Aquando das eleições, para enganar alguns distraídos, excepto o da cidade de Maputo, emprenhou com local e tudo, a ideia da Conferência Nacional do Futebol três meses após o sufrágio. Volvido um ano e dois meses só água vai, só água vem, na drenagem onde só ele conhece, provavelmente o mesmo local onde terá jogado o feto.

E pior do que isso, este Nhoca, com nome de Faizal Sidat, fez o país gastar 10 milhões em 10 dias na Alemanha; Invadir Irão e ainda, pagou uma passeata ao Vietname. Agora que as coisas são a sério, diz que está sem moedas para dar os Mambas. Ou voltemos ao passado ou mandemos este Nhoca passear longe, que a nós não engana mais.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!