Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Operários dos estádios da Copa da África do Sul vão ganhar bilhetes

Quase 30 mil operários, que trabalharam nas obras dos dez estádios que acolherão as partidas da Copa do Mundo da África do Sul-2010, receberão duas entradas cada um para as partidas da competição, anunciou esta segunda-feira a Federação Internacional de futebol (FIFA). “Hoje, rendemos uma homenagem à contribuição feita por vocês”, declarou o chefe do Comitê local de organização do Mundial, Danny Jordaan, para cerca de 200 operários presentes no estádio Soccer City em Joanesburgo.

“O meu escritório está mesmo junto ao estádio. Vi os operários trabalhando inclusive depois do entardecer, para garantir que as obras estivessem prontas a tempo”, acrescentou, enquanto dava um exemplar simbólico de ingresso a um dos representantes dos trabalhadores.

Cerca de 27 mil operários, que trabalharam por pelo menos sete meses nas obras de construção ou reforma de algum dos dez estádios do Mundial, poderão retirar seus ingressos a partir do dia 17 de maio. Os do Soccer City terão duas entradas para a partida inaugural, no dia 11 de junho nesse estádio, na qual se enfrentam África do Sul e México, do Grupo A.

A FIFA distribuirá outras 66 mil entradas a sul-africanos envolvidos em programas sociais e comunitários. A entrada mais barata para o Mundial custa 140 rands, cerca de 14 euros. Os operários consideraram esta decisão da FIFA como uma “vitória dos trabalhadores”.

As obras do Mundial sofreram greves e um aumento de custos, vinculado principalmente ao aumento do preço dos metais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!