Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Okhalihera realiza programa de educação em clubes de raparigas

Grupos de raparigas, compostos por 25 a 30 elementos, com idades compreendidas entre 11 e 22 anos, estão a beneficiar de formação técnica em matérias de agro-pecuária, nutrição, saúde reprodutiva e HIV/SIDA nos postos administrativos de Boila e Aúbe, distrito costeiro de Angoche.

Esta actividade está inserida nos projectos de desemvolvimento comunitário promovidos pela Okhalihera ( Ajuda), uma associação que opera na província de Nampula.

Henrique Nuivarela, presidente do Conselho de Direcção que facultou esta informação ao nosso matutino, disse estar em curso outro projecto de apoio social no distrito de Murrupula.

Com a juda de alguns parceiros internacionais, aquela agremição recuperou no ano passado cerca de mil crianças abandonadas pelas respectivas famílias, em diferentes pontos da provincia de Nampula.

De acordo com Henrique Nivarela, outra componente tem a ver com a multiplicação da mandioca tolerante ao fenómeno da podridão radicular e de batata de polba alaranjada nos distritos de Nacarôa, Eráti, Meconta, e de agropocessamento, em Mogovolas, Angoche e Monapo, cujos resultados são considerados, pelo nosso entrevistado, como sendo bastante promissores.

Para este ano, aquela associção perspectiva a extensão dos seus projectos para Lalaua, Mecuburi, Malema e Ribáuè. Criada há cerca de dois anos, a Okhalihera conta actualmente com vinte e dois membros, sendo dezassete do sexo masculino e cinco do sexo feminino.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!