Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Oito mortos numa nova onda de assassinatos em Benghazi na Líbia

Oito pessoas morreram, domingo (5), numa nova onda de violência em Benghazi, teatro de confrontos armados que mergulharam esta segunda cidade da Líbia, no leste do país, num caos de segurança.

As vítimas são dois polícias, um soldado e cinco civis, mortos pelo mesmo método operatório de rajada de balas disparadas por homens armados não identificados, de acordo com o Centro Médico de Benghazi que recebeu os cadáveres.

Berço da revolução líbia de 2011, Benghazi está actualmente sob o controlo maioritário de milícias armadas islamitas que são acusadas de estar por detrás dos assassinatos em alta nos últimos dias.

Os combates iniciaram-se há várias semanas no bairro de Benina, em Benghazi, que alberga uma base aérea militar e um aeroporto civil actualmente nas mãos das tropas do general reformado Khalifa Haftar, apoiadas por unidades do exército líbio e que as milícias islamitas tentam conquistar.

Sexta-feira, novos combates entre unidades do exército e seus aliados, designadamente as tropas de Haftar, e a coligação dos grupos islamistas agrupados no seio do Conselho da Choura dos Revolucionários de Benghazi fizeram 12 mortos e 45 feridos entre os soldados.

Um triplo atentado a carro armadilhado e violentos combates em torno do aeroporto de Benina e a sua base militar fizeram 36 mortos e 107 feridos, na quinta-feira.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!