Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Obama decidiu não divulgar fotos de Bin Laden morto, diz Casa Branca

O presidente dos EUA, Barack Obama, decidiu não publicar as fotos do corpo do terrorista Osama bin Laden, morto em uma operação militar americana no Paquistão dois dias atrás, confirmou esta quarta-feira (4) a Casa Branca.

A CBS havia publicado no seu site a informação sobre a decisão de Obama, logo depois de uma entrevista concedida pelo presidente ao programa “60 Minutos”, que deve ir ao ar no domingo. Em seu briefing diário, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, confirmou que Obama disse, na entrevista, que decidiu não divulgar as fotos, por acreditar que elas são um risco à segurança nacional.

Segundo Obama, as imagens poderiam incitar à violência e ser usadas como ferramentas de propaganda pela rede terrorista da al-Qaeda, que Bin Laden liderava. Obama disse que viu as fotos e que, baseado nelas, tem certeza de que o homem morto se tratava de Bin Laden. “Não há dúvida de que matamos Osama bin Laden”, disse Obama, segundo o porta-voz. “Vocês não vão mais ver Bin Laden andando sobre este planeta.”

A Casa Branca relutava em publicar imagens que comprovariam a morte do terrorista – muitos militantes duvidam que Bin Laden tenha sido realmente morto. Pressionado, o governo dos EUA havia dito que as imagens eram chocantes e que poderiam provocar “efeitos explosivos”.

De acordo com a Casa Branca, a missão que matou o líder da al-Qaeda foi conduzida “rigorosamente dentro da lei” e as forças teriam aceitado a rendição de Bin Laden se ele tivesse oferecido.

A senadora americana Kelly Ayotte disse que viu uma das fotos do corpo. Segundo ela, a imagem confirma a identidade do terrorista. Conversando com repórteres no Capitólio, Ayotte disse que a imagem foi mostrada a ela por outro senador. Ela disse que Bin Laden tinha um ferimento decorrente de um tiro no rosto. A senadora disse que acredita que as fotos deveriam ser divulgadas para acabar com possíveis teorias conspiratórias.

Já a ex-governadora do Alasca Sarah Palin, candidata a vice-presidente em 2008 e cotada para disputar as próximas eleições, afirmou em seu perfil no Twitter que mostrar a imagem “faz parte da missão”. “Mostre a foto como aviso aos outros que buscam a destruição da América. Sem se acovardar, sem politicagem, sem drama; faz parte da missão” (em tradução livre), escreveu ela em no seu microblog.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!