Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Obama classifica de odioso o projeto de lei anti-homosseuxal em Uganda

O presidente Barack Obama denunciou esta quinta-feira como odioso um projeto de lei em Uganda que propõe a pena de morte em caso de “homossexualidade agravada”.

Obama fez estas declarações no Café da Manhã Nacional de Oração, que é realizado anualmente na capital americana e que teve este ano como convidado de honra o presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

“Estou seguro de que podemos estar de acordo de que é inaceitável atacar os gays e as lésbicas por serem o que são, seja aqui nos Estados Unidos como fora, e de forma mais extrema, em leis odiosas como as que foram propostas recentemente em Uganda”, declarou Obama.

Tanto Obama como Zapatero fizeram um elogio à tolerância e liberdade em seus respectivos discursos, pronunciados ante os líderes do Congresso e do governo americano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!